Siga-nos

Marcos Ortiz

Opinião: Todo mundo derrapa e a gente continua: #segueolider

Publicado

em

Depois de soltar todos os palavrões possíveis neste domingo, resolvi escrever porque há uma sensação estranha que me toma nestas últimas três rodadas do Paulistão. É algo entre a euforia e a temeridade!

Caramba, o Guarani continua líder do que era chamado grupo da morte, e ele continua sendo o grupo da morte. vou explicar por que: É um grupo onde o líder tem 9 pontos e o lanterna tem 6, ou seja, apenas três pontos separam a liderança da última posição. Só há um grupo onde a situação é tão complicada quanto, o grupo C onde o São Paulo lidera com 12 pontos e o Ituano é o lanterna com 9 pontos

E o Guarani é líder graças a um empate a mais, isso também significa que é o time que menos perdeu no grupo. Corinthians, RedBull e Ferroviária tiveram três derrotas, o Bugre duas.

É, o Paulistão 2020 vem dando chances e mais chances ao Guarani, é como se a cada nova rodada alguém dissesse: Vai lá, aproveita, acerta agora e se garante logo! E por outro lado aquilo que tínhamos como nítido simplesmente se desmancha de uma hora pra outra, caso da próxima partida.

Após o jogo contra o Palmeiras era claro que o Guarani enfrentaria um time que só brigava contra o rebaixamento na próxima sexta feira, e não é que isso mudou? Como a vitória sobre o Corinthians, coincidência, exatamente o resultado mais comemorado por todos nós neste fim de semana, o time de Diadema chegou aos 08 pontos e assumiu a vice liderança do seu grupo com 8 pontos ganhos, ou seja, Guarani x Água Santa virou duelo entre dois clubes que estão brigando por uma das vagas nas quartas de final.

E o mesmo vale para o Ituano, adversário da rodada seguinte, que em um fim de semana se descredenciou da briga contra o rebaixamento, fez 9 pontos vencendo o Santos em Itu e, mesmo na lanterna do seu grupo, está apenas um ponto atrás do Mirassol, vice líder do Grupo C.

O que é que isso nos mostra? Mostra que o caminho não será fácil e que talvez tenha chegado a hora de colocarmos os nossos conceitos de lado em nome da classificação. Eu confesso, não gosto do jeito de jogar do Guarani com excessivos toques de bola, poucas finalizações e super valorização da posse de bola, mas talvez tenha chegado a hora de entender que vai ser assim até o fim. Ok, eu troco o que eu gosto pelo que eu quero!

Gosto de um jogo diferente, mas quero classificar, de preferência em primeiro pra que todos nós possamos estar no campo assistindo e empurrando o Bugre pras quartas de final do Paulistão, isso mesmo, a Torcida Bugrina só poderá empurrar seu time se o Bugre for primeiro do grupo ou se o Bugre for segundo e o RedBull o primeiro, se for contra o Corinthians, graças ao Ministério Público de São Paulo, nenhum Bugrino poderá estar em Itaquera  no jogo das quartas.

É, chegou a hora, faltam cinco jogos, três são em casa. Água Santa, peruada e São Paulo terão que se transformar nas vítimas da classificação Bugrina, assim como Ituano e Botafogo, adversários que o Guarani terá fora de casa até o final desta primeira fase.

Então vamos trocar o futebol de resultados da reta final da Série B pelo Futebol de posse de bola do Paulistão, mas temos que fechar agora: Somos nós contra eles, e nessa briga nós temos que estar juntos!

No Grupo D todo mundo escorrega e o Bugre segue na liderança, já passamos mais da metade da primeira fase e continuamos com a hashtag #segueolider, e que seja assim até o fim, afinal, o fim justifica os meios!

Vamos aproveitar essa semana cheia pra preparação do time, minimizar anda mais os erros, calibrar mais a pontaria, condicionar os atletas a tomarem sempre as melhores decisões, dar lucidez ao nosso meio de campo pra acertar o último passe e velocidade aos nossos laterais pra fazerem as penetrações, ai é só alguém aparecer no último lance e empurrar a bola pr dentro!

É, o Paulistão tá diferente nesse ano, mas a gente não tem nada a ver com isso, a gente só tem que cuidar da gente mesmo e, se acabar como está vamos firmes rumo ao nosso devido e merecido lugar, a decisão do Paulistão!

Um abraço Bugrinada de sangue verde e de muita força na torcida, se depender da gente até enchente na Marginal do Tietê a gente seca, e dá certo!

 

Marcos Ortiz

Advertisement
Advertisement

A volta da Capa do Gigante


	
	
	

Clique para ativar o som

Próxima Partida

+ Recentes

Copyright © Planeta Guarani - Todos os Direitos Reservados - Permitida Divulgação Apenas com Preservação da Fonte - Desenvolvido por: OZ Sites.