Siga-nos

Marcos Ortiz

Opinião: De uma época em que nós dizíamos: 1% de chance, 100% (ou 99%) como queiram, de fé

Publicado

em

Final do jogo ASA 3x1 Guarani em 01/10/2016. Restava 1% de chance - Foto: Valdeir Góis – ASCOM ASA

Você se lembra da frase 1% de chance, 100% (ou 99%, como queiram) de fé? É, ela embalou a Torcida Bugrina num momento crucial da sua história recente, ainda estávamos em 2016 disputando a Série C e com chances reduzidas de acesso. Fomos a Arapiraca enfrentar o ASA e perdemos por 3×1, esse era o confronto que definiria o acesso do Bugre e pra subir só ganhando por 3×0 em casa ou devolvendo o placar e decidindo nos pênaltis.

A coisa parecia tão delicada que o próprio ASA deu volta olímpica em seu estádio após o fim da partida, mas veio o jogo da volta uma semana depois e o resultado todos sabemos e nos lembramos, Guarani 3×0 ASA com dois gols de Eliandro, um deles um improvável gol de tornozelo.

Bons tempos, as chances eram de 1%, a gente reverteu e conseguiu o improvável, teve até frase marcante do então técnico Bugrino Marcelo Chamusca: “O impossível é só uma questão de opinião”.

E eu nem vou falar da “mais impossível ainda” virada dos 4×0 pros 6×0 que nos levaram à final da Série C porque ali o acesso já estava definido, fico nos 3×0 do confronto anterior…

É, hoje tem até portal jornalístico fazendo matéria dizendo das remotíssimas chances de acesso do Guarani. Pobre Ortiz, fiz as contas há seis rodadas, falei a mesma coisa e fui massacrado. É que eu ainda sou da turma do 1% de chance, 100% de fé (ou 99%, como queiram).

Se é pra fazer conta, vamos lá, e se o percentual for de 2% então? Eu não uso as estatísticas do site Chance de Gol nem do Infobola, preferi adotar o trabalho da Universidade Federal de Minas Gerais como base pra projeções estatísticas, me parecem mais factíveis.

Pois bem, se o Chance de Gol do matemático Marcelo Arruda nos dá 0,3% de chance de acesso e 7,8% de chances de rebaixamento (já chegou a nos dar 92%) e o Infobola do matemático Tristão Garcia nos dá 1% de chances de acesso e 6% de chances de rebaixamento (já nos deu 89%), o acompanhamento da UFMG neste momento nos dá 6,2% de chances de rebaixamento e 2,1% de chances de acesso…

É, Chamusca estava certo, o impossível é apenas uma questão de opinião. Pena que nossa Torcida se esqueceu da outra parte, o 1% de chance, 100% (ou 99%, como queiram) de fé.

Olhando pra baixo:

Guarani x Botafogo (vitória Bugrina)
Paraná x Brasil (vitória do Paraná ou empate)
Londrina x Figueirense (vitória do Figueirense ou empate)
Criciúma x Vitória (empate ou vitória do Criciúma)
Bragantino x Oeste (vitória do Bragantino ou empate)
São Bento x Coritiba (empate ou vitória do Coritiba)

Olhando pra cima, muda um pouquinho:

Guarani x Botafogo (vitória Bugrina)
Atlético-GO x aapp (vitória do Atlético ou empate)
Sport x Cuiabá (vitória do Sport ou empate)
Paraná x Brasil (vitória do Parana ou empate)
América x Vila Nova (vitória do Vila Nova ou empate)
CRB x Operário (empate)
RedBull x Oeste (Vitória do RedBull ou empate)
São Bento x Coritiba (Vitória do São Bento ou empate)

O importante neste momento pro Guarani é chegar entre 06 e 08 pontos do 17º colocado ao final desta rodada, seria bom se ele terminasse esta rodada entre seis e sete pontos atrás do quarto colocado também, melhor ainda se este quarto colocado não fosse o Coritiba que tem um jogo a menos.

Não quero discutir com vocês, amigos, longe disso, então, pra não brigar contra moinhos de vento neste momento, vamos fazer uma conta mais simples ainda? Vamos colocar um bom público no Brinco nesta noite e empurrar o Guarani a uma vitória sobre o Botafogo? Faltam 10 jogos pra acabar a Série B e a gente precisa fazer 43 ou 45 pontos, se ganhar, a gente faz 38, faltarão cinco ou sete pontos e teremos outros nove jogos ainda por jogar.

Se você for da turma do 1% x 99% (ou 100%, como queiram), vamos lá: O América-MG chegou ao G4 ao final da rodada anterior (saiu nesta) porque fez uma campanha de 11 jogos com 07 vitórias e 04 empates, bastou uma derrota pro América pagar a conta da campanha ruim no primeiro turno e deixar o G4, perdeu a invencibilidade de 11 jogos e perdeu a quarta colocação numa única derrota.

Quantos jogos faltam mesmo, Bugrino? Dez né? Tá bom, o América conseguiu… ah, mas a gente não consegue… tá bom, não conseguimos então, mas vamos fazer um acompanhamento jogo a jogo? Combinado?

A gente se vê à noite, Torcida Bugrina. E se a gente abandonar o “complexo de vira latas” de Nelson Rodringues? O América-MG abandonou…

Marcos Ortiz

Advertisement
Advertisement
Advertisement

A volta da Capa do Gigante


	
	
	

Clique para ativar o som

Próxima Partida – 22/11 21:30

Brasileiro - Série B

Guarani FC X América-MG

Campeonato Brasileiro - Série B

+ Recentes

Copyright © Planeta Guarani - Todos os Direitos Reservados - Permitida Divulgação Apenas com Preservação da Fonte - Desenvolvido por: OZ Sites.