Siga-nos

Marcos Ortiz

Opinião: Bugre dispara no campeonato do ego, mas precisa se recuperar no Paulistão

Publicado

em

Duas vitórias nos clássicos, duas derrotas nos outros jogos - Foto: Letícia Martins - Guarani FC.

No futebol a cultura geral diz que o importante são os três pontos, ganhou tá bom, perdeu tá ruim e pronto!

Se olharmos por esse ponto de vista então, o Guarani tá mais ou menos no Paulistão, afinal, ganhou metade, perdeu metade… bom vamos lá, há vitórias e vitórias. O Bugre estreou perdendo fora de casa pro Bragantino num jogo onde jogou apenas 45 minutos, nos outros 45 não aguentou o ritmo da estreia e perdeu. Poderia ter ganho porque teve grandes chances na primeira metade do jogo, não fez e pagou o preço, perdendo, mas se tivesse ganho o jogo, ou não perdido, a atuação seria menos criticada do que foi? Sim, seria, porque torcedor quer ganhar e pronto.

Depois veio o Corinthians, o jogo era em casa, a desconfiança era imensa depois da derrota na estreia e o time saiu perdendo, virou o placar e conseguiu segurar qualquer ímpeto de reação corintiana. Ganhou, tá tudo certo, ganhou, melhor do mundo e pronto, torcedor quer ganhar, lembra? Ganhamos e vamos atropelar o Oeste!

Não, não atropelou, pelo contrário. Quando todo mundo esperava a segunda vitória em casa seguida veio o tal do Oeste, debaixo daquela chuva toda na primeira etapa e com um gramado extremamente pesado na segunda o Bugre perdeu por 2×1, perdia por 2×0, diminuiu, mas não conseguiu ao menos empatar. Tá tudo errado, pior do mundo, perdeu porra, não pode perder.

E em seguida veio outro clássico, o primeiro fora de casa, foi no Pacaembu contra o São Paulo e o jogo começou de um jeito totalmente inesperado. Com um minuto de jogo tava 1×0 pro Bugre, depois foram 96 minutos de defesa contra ataque, o Bugre defendeu, o São Paulo atacou, e o Bugre venceu, tá ótimo, melhor do mundo de novo, ganhamos do São Paulo fora de casa.

Mas e a análise por trás da análise, será que o Torcedor Bugrino quer fazer? Pra que estragar um dia que tá tão gostoso, afinal, já fazia muito tempo…

Bom, primeiro temos que aprender que estamos de volta a um campeonato de elite depois de um bom tempo e que em campeonatos de elite enfrentaremos times tradicionais, entre eles os clássicos contra os times da capital. Às vezes venceremos, outras empataremos e outras ainda, perderemos, isso é o futebol, mas o campeonato tem 12 jogos, enfrentaremos 12 times, três chamados grandes (já vencemos dois) e nove times do interior (já perdemos pra dois).

Ao Guarani e ao Torcedor Bugrino as vitórias nos dois clássicos trouxeram uma redenção, uma lavada de alma, um reencontro com o gosto doce da vitória no tal confronto “Davi x Golias”. Ainda falta o Santos, o último dos chamados grandes que enfrentaremos nessa primeira fase, mas qualquer que seja o resultado, o Bugre já ganha esse placar por 2×1, no mínimo. Que gostoso, como é bom ver meu time ganhar de novo desses times.

Mas não vai adiantar muito falando em campeonato, ainda que vençamos o Santos faremos 09 pontos, insuficiente até pra livrar o time dos riscos de rebaixamento cuja meta estipulada é de 11 pontos. Falta mais ainda se pensarmos em classificação onde a meta mínima é de 15 a 16 pontos.

Antes do jogo contra o Oeste conversando com um amigo no Brinco disse a ele, esse jogo e o dérbi definirão onde vamos fazer o jogo de volta das quartas de final contra o Palmeiras, ganhando hoje brigamos pela liderança do grupo, ganhando o dérbi ganhamos a gordura necessária na penúltima rodada pra podermos chegar à liderança e decidirmos em casa. As coisas mudaram um pouco, claro, mas mudaram muito mais porque o Guarani não ganhou, e o pior, perdeu.

Com isso o Palmeiras abriu largos quatro pontos na nossa frente e a gente nem é o segundo, tem o Novorizontino entre nós e a classificação. Com um empate em casa contra o Oeste seríamos segundo, perdemos, somos terceiro, e agora, o que fazer? Simples, trocar um resultado ruim em casa por um resultado bom fora de casa… mas já fizemos, afinal, vencemos o São Paulo ontem à noite. Não, não conta, o São Paulo, o Santos e o Corinthians representam um outro campeonato dentro do campeonato, eles valem o título do ego, os outros nove valem a vaga nas quartas de final.

O que resta? Resta vencer o Mirassol no próximo domingo, ai sim o Guarani estará de volta ao plano, chegará aos 09 pontos, restarão apenas dois pontos para fugir de qualquer risco de queda, e em sete jogos é praticamente impossível não conseguir dois pontos. Lá na frente faltarão seis ou sete pontos pra chegar às quartas de final, serão 21 em disputa, entenderam? Se vencer o Mirassol, o Bugre precisará de um aproveitamento de apenas 33% pra chegar na última rodada brigando pela classificação, precisará de sete pontos em 21 que disputará e ai sim terá um aliado importante, os jogos em casa.

Jogando no Brinco o Guarani terá na ordem: Botafogo, São Caetano, Ferroviária e Red Bull, ou seja, decidirá sua vaga nestas quatro partidas e contra times que não estão entre os favoritos à segunda vaga dos seus respectivos grupos.

Entenderam o recado? Nossa, como eu tô feliz por termos vencido Corinthians e São Paulo, mas nossa, como nós precisamos vencer ao menos três ou quatro dos outros times em busca do bem maior, a classificação para enfrentar o Palmeiras, e ai sim, a gente entrará num campeonato onde tá levando vantagem, porque teremos pela frente Palmeiras e, muito provavelmente, Corinthians e Santos.

Como seria meu Guarani ideal? Ele teria a velocidade do primeiro tempo contra o Bragantino, a precisão ofensiva da vitória sobre o Corinthians e a defesa da vitória sobre o São Paulo. Dá? Dá!

Tá só começando o Paulistão? Não, o Paulistão já tá quase na metade! As duas colocações são aceitas, todos os times ainda precisam de ritmo de jogo, entrosamento, condicionamento físico, técnico e tático, mas nenhum deles terá mais que oito jogos na primeira fase e terá que chegar ao nível máximo dentro desse prazo, são oito jogos pra ganhar mais dois, depois mais dois e depois mais dois, pronto, acabou!

Como acabará? Se a gente fizer o papel contra os outros nove times da primeira fase acabará bem, do contrário terá sido mais um campeonato onde fugimos do rebaixamento e comemoramos vitórias sobre os chamados grandes, apesar de não ser pouca coisa, parece pouco pro Guarani, não acham?

Mirassol x Guarani, domingo, 11 da manhã em Mirassol, essa é a primeira das oito finais que o Bugre tem pela frente, se ganhar dará um salto gigantesco rumo a classificação e voltamos ao planejamento inicial: O dérbi poderá definir onde jogaremos contra  Palmeiras o jogo de volta das quartas de final.

Simbóra?

Em tempo: CHUPA BAMBY, AQUI É GUARANI, PORRA!!!

 

 

Marcos Ortiz

Advertisement
Advertisement

Amistoso – Guarani 2×1 Palmeiras


	
	
	

Clique para ativar o som

Próxima Partida – 20/07 19:00

Brasileiro - Série B

Botafogo-SP X Guarani FC

Estádio Santa Cruz
Campeonato Brasileiro - Série B

+ Recentes

Copyright © Planeta Guarani - Todos os Direitos Reservados - Permitida Divulgação Apenas com Preservação da Fonte - Desenvolvido por: OZ Sites.