Siga-nos

Jogos e Resultados

Não perdeu – Em jogo fraco, Bugre empata com o Botafogo por 0x0 em Ribeirão

Publicado

em

E o Guarani não poderia chegar ao início da partida contra o Botafogo em Ribeirão Preto de forma pior, com os resultados dos concorrentes na abertura da rodada o Bugre ocupava a lanterna da competição, ultrapassado por Vitória e América-MG. Se o contexto pedia uma vitória para encostar no primeiro clube fora do Z4, antes da bola rolar a necessidade era vencer, mas o time precisaria ao menos de um empate para sair da última posição.

Imagem: Reprodução – SporTV.

O time titular não teve novidades, Roberto Fonseca iniciou a partida com a mesma equipe que já havíamos trazido após o treinamento de quinta feira, o Guarani jogou com Jefferson Paulino; Lennon, Ferreira, Luiz Gustavo e Diego Giaretta; Deivid, Igor Henrique e Arthur Rezende Bady); Diego Cardoso, Michel Douglas e Deivid Souza (Vitor Feijão).

Vindo de cinco derrotas seguidas na competição, só restava ao Guarani encarar a partida como uma final de campeonato, e assim foi o jogo:

Dentro de campo

A partida começou num ritmo lento, com os dois times não conseguindo ultrapassar a intermediária, o Botafogo com o domínio da bola e o Bugre, quando recuperava, não conseguia armar jogadas ofensivas, errava muitos passes e continuava dando a chance do contra ataque ao adversário, mesmo jogando fora de casa, e pra sorte do Bugre um erro de arbitragem logo aos 07 minutos evitou a marcação de uma penalidade para o Botafogo.

Ferreira derruba Saraiva dentro da grande área e o árbitro não marca pênalti. Imagem: Reprodução – SporTV.

O lance começou num erro de passe de Deivid quando o Bugre tentava armar um contra ataque, a bola sobrou para Felipe Saraiva que arrancou em velocidade pela esquerda e quando ele invadiu a grande área foi derrubado pelo zagueiro Ferreira, a falta foi clara, mas o árbitro, mesmo bem colocado, mandou seguir e ajudou o Guarani.

O Bugre começou muito mal, completamente desarticulado no meio de campo, não conseguia marcar o adversário e muito menos articular qualquer jogada ofensiva, enquanto o Botafogo, com muita facilidade, ocupava o campo ofensivo e chegava quase sempre pelo lado esquerdo, lado direito da marcação Bugrina.

Diego Cardoso tem a chance,mas erra feio o passe e perde a primeira chance do Bugre. Imagem: Reprodução – SporTV.

Aos 18 minutos o Guarani teve uma grande chance de abrir o placar e Diego Cardoso mostrou mais uma vez porque tem sua manutenção no time titular muito contestada. O lance começou numa cobrança de impedimento, Jefferson deu um chutão, a bola foi desviada por Igor Henrique no meio de campo e sobrou para Diego Cardoso pela esquerda, ele avançou em velocidade, de cabeça baixa, invadiu a grande área e completamente displicente tentou tocar a bola no meio para Deivid Souza que estava no mínimo  cinco metros atras de onde saiu o passe. A fase de Diego Cardoso não podia ser pior.

Só uma coisa conseguia irritar mais do que a displicência de Diego Cardoso naquele lance, a ruindade de Arthur Rezende no meio de campo vestindo a tão grande e gloriosa camisa 10 do Guarani Futebol Clube. O meia não conseguia dominar uma bola e errava passes de dois metros, uma coisa horrorosa.

Apesar de todo o domínio do jogo e da posse de bola, é preciso destacar que o Botafogo não conseguia levar perigo ao gol do Guarani, jogava tocando bola no campo ofensivo, mas não chutava a gol e nas bolas levantadas pra grande área a defesa do Guarani conseguia fazer o corte, ainda que assustando o Torcedor em algumas delas. O jogo era horrível no Santa Cruz.

Apenas aos 38 minutos o Botafogo levou perigo, cobrança de escanteio pela direita e o zagueiro Naylhor conseguiu subir ganhando por cima da zaga Bugrina, mas a cabeçada saiu por cima do travessão, levando perigo.

O primeiro tempo, marcado pelo equilíbrio de dois times muito ruins em campo acabou com o placar apontando 0x0 e na volta do intervalo o técnico Roberto Fonseca conseguiu enxergar ao menos a falta de capacidade do meia Arthur Rezende, sacou o jogador e voltou com Bady no seu lugar, será que melhora?

Ferreira cabeceia bem, mas Darley faz milagre e evita o gol do Bugre. Imagem: Reprodução – SporTV.

E foi dos pés de Bady que saiu a maior oportunidade do jogo, aos 04 minutos ele cobrou um escanteio pela direita e meteu a bola na cabeça de Ferreira que apareceu bem por trás da zaga do Botafogo, ele quase não teve que subir, cabeceou firme, pra baixo, no canto esquerdo do goleiro, mas Darley fez um verdadeiro milagre e conseguiu grande defesa, espalmando a bola e afastando o perigo. Na sobra o Bugre ainda recuperou a bola e Lenon desceu pela direita, cruzou no primeiro pau e Deivid Souza chegou desviando com perigo, mas jogou pela linha de fundo. em cinco minutos o Bugre fez mais do que no primeiro tempo inteiro e quase abriu o placar.

O Bugre voltou melhor, longe de fazer uma grande atuação, mas no início da segunda etapa o time ao menos conseguia articular jogadas ofensivas com a bola passando pelos pés do meia Bady. Aos 16 minutos Roberto Fonseca fez sua segunda alteração, saiu Deivid Souza para a entrada de Vitor Feijão.

Aos 17 minutos o Botafogo levou perigo oura vez em uma cobrança de escanteio, bola levantada da direita e Rafael Costa subiu sozinho no segundo pau pra cabecear com toda a liberdade, mas pegou mal na bola e jogou por cima do gol, assustando Jefferson Paulino.

Sem dar espaço ao Botafogo e dominando o jogo, com a posse de bola também, o Guarani conseguia controlar a partida, faltava o gol. Aos 23 minutos Michel Douglas recebeu cruzamento de Lenon dentro da grande área e bateu pro gol, mas foi travado pela marcação e a bola saiu pela linha de fundo. Sempre na cobrança de escanteio, foi assim que o Botafogo levou perigo novamente aos 31 minutos, bola levantada da direita e Naylhor ganhou por cima da marcação cabeceando outra vez por cima do gol, assustando.

O Guarani já não tinha mais a mesma disposição dos minutos iniciais e aos poucos o Botafogo conseguia sair pro jogo. Aos 32 minutos Diego Giaretta cometeu falta pela esquerda e recebeu cartão amarelo. A última alteração de Fonseca aconteceu aos 35 minutos, saiu Diego Cardoso e Éder Luís entrou no seu lugar.

No último segundo Deivid aparece bem e evita o gol do Botafogo. Imagem: Reprodução – SporTV.

Aos 36 minutos o Botafogo quase abriu o placar, Henan que entrou na segunda etapa recebeu a bola na entrada da grande área e na força conseguiu passar pela marcação e rolou a bola para Murilo Henrique dentro da grande área pela direita, ele saiu cara a cara com Jefferson, mas no último segundo Deivid conseguiu chegar forte na marcação e desviou a bola pela linha de fundo evitando e salvando o Guarani.

Nos minutos finais o Botafogo tentou impor pressão e conseguiu algumas faltas laterais, numa delas, aos 42 Lenon recebeu cartão amarelo, pouco depois Erick Luís dentro da grande área passou pela marcação de Lenon e sairia na cara de Jefferson Paulino, mas caiu reclamando de um toque por trás, o árbitro nada marcou para muita reclamação do time de Ribeirão Preto. Por reclamação o árbitro expulsou o preparador físico do Botafogo.

Aos 47 minutos o Bugre eve a chance de marcar, Vitor Feijão recebeu lançamento  na entrada da grande área em velocidade, mas não atacou a bola, o goleiro Darley saiu do gol e conseguiu desviar a bola o suficiente para tocar pela linha de fundo. Faltou vontade!

Final de jogo, e o Guarani volta pra Campinas com um ponto ao empatar por 0x0. O resultado poderia ser considerado bom se não fosse a péssima campanha, acabou servindo apenas para que o time deixasse a lanterna da Série B, empatando em pontos com o América, mas à frente pelo saldo de gols.

Não, o time não consegue vencer, alias, não joga bola pra vencer. Ao menos interrompeu a série de cinco derrotas consecutivas e voltou a pontuar.

Agora o Bugre volta a campo na próxima terça feira no Brinco de Ouro da Princesa contra o Cuiabá.

 

Marcos Ortiz

 

Advertisement
Advertisement

Radio PG – Gol de Vitória 0x1 Guarani


	
	
	

Clique para ativar o som

Próxima Partida – 21/09 11:30

Brasileiro - Série B

Guarani FC X Paraná-PR

Campeonato Brasileiro - Série B

+ Recentes

Copyright © Planeta Guarani - Todos os Direitos Reservados - Permitida Divulgação Apenas com Preservação da Fonte - Desenvolvido por: OZ Sites.