Siga-nos

Entrevistas

Na saída do gramado – “Numa reta final dessas não podemos ter os erros que tivemos”

Publicado

em

Foto: Marcos Ortiz - Planeta Guarani.

Na saída do gramado, depois e mais uma vez decepcionar sua Torcida e perder a terceira final de campeonato jogando em casa nesta Série B, antes havia perdido a final para o Fortaleza, depois para o Goiás e agora perdeu para o Avaí, pouca gente quis falar, basicamente apenas dois jogadores foram ouvidos pelo repórter Marcos Luiz da Radio Bandeirantes Campinas.

Não vai acrescentar muita coisa, mas se você quiser, pode ouvir no player abaixo.

 

Primeiro jogador a falar foi o zagueiro Fabrício: “É complicado falar numa hora dessas, a gente sabia que a a proposta deles era só essa bola “raspada” do Rodrigão, sabemos que numa reta final dessas não podemos ter os erros que tivemos hoje no jogo. É um momento difícil, mas a gente está com a cabeça erguida, temos 45 pontos, vamos continuar na briga, estamos na luta ainda. Tem time que está atrás e tem esperanças, não temos que perder a nossa, vamos continuar trabalhando pra buscar a vitória jogo a jogo e continuar na luta”, disse o zagueiro Bugrino, tentando transmitir a mensagem de que ainda há chances de subir, mas primeiro relatando exatamente aquilo que todo Torcedor Bugrino sabe: Quem quer subir não pode se dar ao luxo de errar desse jeito.

O último jogador a falar foi o outro zagueiro, Philipe Maia, autor do gol do Bugre no final do primeiro tempo: “É uma derrota lamentável, a gente não tem nem palavras pra falar agora, é complicado. A gente jogou e sabia que era jogo pra ganhar, eu participei da coletiva desta semana e disse que um resultado negativo aqui seria péssimo pra gente, como foi, mas agora vamos levantar a cabeça, a gente tem chance ainda, precisa fazer nosso melhor no próximo jogo pra tentar ganhar e seguir em frente”.

Fato é que, diante das duas úncias entrevistas concedidas na saída do gramado do brinco após o péssimo resultado, restam algumas conclusões:

Primeiro sobre o que disse Fabrício, se o time sabia que a única jogada do Avaí era com Renato, por que deu espaço justamente ao próprio Renato que desequilibrou e definiu o jogo? O discurso é diferente da prática, se sabia, tinha que ter marcado essa jogada e anulado o adversário, não fez!

Segundo, os 45 pontos não significam chances de subir, significam que o time está, neste momento, numa ozona intermediária da tabela de classificação, e, sinceramente, analisando o futebol apresentado pelo Bugre em toda a Série B, está numa posição muito melhor do que seu futebol, que se destacou apenas numa partida, a vitória sobre o Atlético-GO, no Brinco. É muito pouco.

E pra terminar fica a constatação, o discurso de cabeça erguida pode até servir pro jogador, mas não serve nem de longe pro Torcedor que está envergonhado, chateado, decepcionado.

Se não tinha música, não me convidassem pro bale…

 

Marcos Ortiz

Advertisement
Advertisement

Guarani 0x2 Vila Nova


	
	
	

Clique para ativar o som

Próxima Partida – 20/08 19:15

Brasileiro - Série B

Operário-PR X Guarani FC

Campeonato Brasileiro - Série B

+ Recentes

Copyright © Planeta Guarani - Todos os Direitos Reservados - Permitida Divulgação Apenas com Preservação da Fonte - Desenvolvido por: OZ Sites.