Siga-nos

Notícias

Histórico! Novo levantamento traz os 10 maiores artilheiros do Bugre

Publicado

em

A história do Guarani Futebol Clube segue sendo contada e o maior clube de futebol do interior do Brasil finalmente escreve um capítulo importantíssimo reverenciando os nomes daqueles que vestiram essa camisa e agora puderam ser apresentados à sua Torcida.

Celso Franco Oliveira Filho autor dos livros Fora dos Trilhos – A História do EC Mogiana’ e ‘A Rota das Bandeiras – A História do Futebol no Interior de São Paulo. Foto: Acervo pessoal.

Mais uma vez coube aos Torcedores. O Bugrino, pesquisador e historiador, Celso Franco Oliveira Filho (foto) que na década de 1980 trouxe à realidade os números verdadeiros do Dérbi derrubando alguns mitos, agora presta mais um grande serviço à história do Maior do Interior ao divulgar seu levantamento sobre as fichas técnicas de quase 4.900 jogos da história do Guarani Futebol Clube.

O assunto tem grande destaque na matéria do jornalista Carlos Rodrigues da RAC (Rede Anhanguera de Comunicação) na edição do jornal Correio Popular cuja matéria pode ser conferida na íntegra CLICANDO AQUI.

Abaixo reproduzimos a lista constante da matéria, como sempre agradecendo e prestando nossas imensas homenagens a Celso Franco e tantos outros amigos Bugrinos que juntos ajudaram (e continuam ajudando) a contar esta história, isso porque ainda faltam algumas partidas para que o Clube tenha resumidos todos os seus jogos oficialmente disputados e estes números podem aumentar.

Confira abaixo a relação dos 10 maiores artilheiros da história do Guarani Futebol Clube desde sua fundação em 02 de Abril de 1911 até os dias atuais, retirada da matéria do jornal Correio Popular e que aumenta ainda mais os números de Zuza, o mito, maior artilheiro da história do Guarani Futebol Clube:

 

Zuza

1 – ZUZA – 221 GOLS: Luiz Estevam de Siqueira Neto estreou em 29 de outubro de 1939 num amistoso contra o Fluminense, com vitória bugrina por 3 a 2. Aos 30’ do 1º tempo, Zuza marcava o primeiro gol com a camisa alviverde. Entre 1939 e 1948, foram 221 gols em 145 jogos, média impressionante de 1,52 por partida.

Nenê

2 – NENÊ – 137 GOLS: Arcelino Ferreira Pacheco estreou em 25 de abril de 1926 em empate em 1 a 1 com o Ipiranga, no Pastinho. O primeiro gol veio em 11 de julho de 1926, na vitória sobre o São João, de Piracicaba. Nenê defendeu o clube de 1926 a 1931 e algumas vezes em amistosos entre 1932 e 1936.

Careca

3 – CARECA – 118 GOLS: aos 16 anos, Antônio de Oliveira Filho estreou pelo Guarani em amistoso contra o Matsubara (PR), em agosto de 1977. No ano seguinte, o atacante estourou de vez. Dirigido por Carlos Alberto Silva, comandou o ataque bugrino no título brasileiro, com direito ao gol do título diante do Palmeiras.

Augusto

4 – AUGUSTO (foto) – 104 GOLS: chamado de Príncipe Negro, Augusto da Silva chegou no Guarani em outubro de 1951 numa troca com o São Paulo pelo lateral Turcão. O início foi avassalador, com seis gols nas duas primeiras partidas. Após uma cirurgia do menisco, foi emprestado à Ferroviária, mas depois voltou em grande estilo

Zéquinha

5 – ZEQUINHA – 95 GOLS: José de Carvalho chegou ao clube ainda garoto, em 1917, mas só estreou no time principal em maio de 1920. Seu primeiro gol foi em um amistoso contra o Floresta AC, na cidade de Amparo, em 10 de outubro do mesmo ano. Com um futebol fino, Zequinha era um dos grandes ídolos da torcida à época.

Roberto Caco

6 – ROBERTO CACO – 93 GOLS: Roberto Castro Lima vestiu a camisa bugrina entre 1923 e 1935. Seu primeiro gol foi contra o Combinado da Liga Municipal, em 3 de fevereiro de 1924. Caco esteve em campo na memorável virada sobre o Santos, quando o Bugre perdia por 5 a 1 e virou para 6 a 5 com nove jogadores.

Fumagalli

7 – FUMAGALLI (foto) – 89 GOLS: maior ídolo bugrino dos últimos 20 anos, José Fernando Fumagalli estreou em 2000 e marcou seu primeiro gol em abril, contra o Figueirense. Exímio cobrador de faltas e pênaltis, ultrapassará a marca de 300 partidas em 2018 e pode até alcançar o 5º lugar no ranking dos artilheiros.

Jorge Mendonça

8 – JORGE MENDONÇA – 88 GOLS: Jorge Pinto Mendonça era um gênio da bola. Marcou pela primeira vez em 22 de junho de 1980, contra o XV de Piracicaba. Em 1981, se tornou o maior artilheiro em uma edição do Campeonato Paulista depois de Pelé, com 38 gols. Também foi campeão da Taça de Prata naquele ano.

Villalobos

9 – VILLALOBOS – 87 GOLS: Jesus Villalobos Villegas é o único estrangeiro da lista. Chegou em Campinas em 1955 e se destacou na primeira excursão do clube ao Exterior. Seu primeiro gol foi em 13 de abril, em Rancagua, contra o O`Higgins. Villalobos foi o artilheiro do time no Campeonato Paulista de 1956, com 13 gols.

Fifi

10 – FIFI – 84 GOLS: Francisco Santana foi o primeiro atleta do Guarani convocado para a Seleção Brasileira — disputou o Campeonato Sul-americano Juvenil em Caracas, em 1954. No time principal, fez seu primeiro gol em 9 de maio de 1954, contra o Corinthians, de Santo André. Sua passagem pelo clube durou até 1960.

 

Marcos Ortiz

Referência: Os dez maiores artilheiros da história do Bugre – Por Carlos Rodrigues (RAC)

Advertisement
Advertisement
Advertisement

A volta da Capa do Gigante


	
	
	

Clique para ativar o som

Próxima Partida – 22/01 19:15

Campeonato Paulista

Inter de Limeira X Guarani

Major José Levy Sobrinho

+ Recentes

Copyright © Planeta Guarani - Todos os Direitos Reservados - Permitida Divulgação Apenas com Preservação da Fonte - Desenvolvido por: OZ Sites.