Siga-nos

Opinião

Guarani 0x1 América-MG e uma constatação: FOI UM MILAGRE MESMO!

Publicado

em

Me permitam fazer um pouco diferente ao falar desa partida, a última do Bugre no Brinco de Ouro da Princesa nesta Série B que graças a Deus está acabando e não trazer lances, detalhes do jogo e sim aproveitar pra gente bater um papo sobre o Guarani desta Série B de 2019?

Então vamos lá! O Bugre foi a campo pra se despedir da sua Torcida, chovia, não forte, mas chovia, e pra piorar o horário já era ruim, com isso colocamos pouco mais de 2 mil Torcedores no estádio, mas isso é só um detalhe.

Quero falar com você meu amigo Bugrino que assistiu a partida, seja pela TV, seja presente ao Brinco. Você conseguiu ver um jogo muito diferente de todos os outros 17 jogos? As exceções, no meu entendimento, ficaram pras boas atuações contra o Atlético-GO e Sport, mas busque no fundo da sua memória, você realmente viu uma atuação pior do que todas as outras 17 partidas disputadas no brinco nesta Série B?

Eu não consegui, vi um time na média do que jogou, ou melhor, do pouco que jogou durante toda a competição e, mesmo na sensacional recuperação que foi capaz de livrar o time do rebaixamento, o que vi nesse Guarani x América foi a mesma coisa.

Acabou, ou praticamente… resta um jogo que não vale mais nada, ou melhor, vale pouca coisa. A última partida será em Londrina contra um time que já está rebaixado, portanto nem Guarani nem Londrina ambicionam mais nada na competição, o Bugre até tem um pequeno objetivo que é terminar à frente da outra equipe da cidade na classificação, mas cá entre nós, é muito pouco pra motivar, concorda?

Amigo Bugrino, por que digo isso? Este deverá ser um dos últimos textos publicados neste formato do Planeta Guarani, para a próxima temporada esse Portal deverá se tornará uma Radio Web. Não teremos mais matérias de jogos, transcrições de entrevistas, enfim, tentamos por muito tempo montar uma equipe de redação, mas isso é um sonho cada vez mais distante da realidade e, pra continuar conversando com nosso internauta, o Planeta Guarani deverá deixar de ser um Portal de Notícias e assumirá seu projeto de Radio Web como a base da continuidade do nosso trabalho. Sem equipe é o que deu pra fazer, e ainda assim precisamos reestruturar nossa equipe de Radio Web que hoje tem apenas Klayton Vendemiatto e eu, e ainda assim traz números que nos surpreendem cada dia mais.

Vamos voltar ao assunto Guarani? Pois bem, depois de mais uma atuação na média de todas as demais o Guarani conheceu mais uma derrota dentro de casa, esta foi a sétima derrota em 19 jogos disputados em casa, ou seja, só na Série B perdemos mais de um terço dos jogos em que fomos mandantes. Pouco? Ganhamos 10 *mais da metade) e empatamos outras duas partidas no Brinco, num aproveitamento de 52,63% dos pontos como mandante. É pouco, foi o suficiente e temos que reconhecer, das 10 vitorias em casa, sete foram conquistadas sobre o comando de Thiago Carpini, que perdeu três e empatou uma (o dérbi).

Não, não será sem planejamento, por mínimo que seja, que o Guarani terá um 2020 melhor que 2019. Não será dando opções ruins a Carpini ou a quem quer que seja o treinador na próxima temporada que conseguiremos um ano melhor. Não será gastando mais do que arrecadamos, e pior, gastando errado, que conseguiremos melhorar.

Não teremos milagres nos confortando toda temporada, uma hora a conta dos erros virá e, se não pararmos de insistir neles, vamos pagar o preço que agora estão pagando Londrina, Criciúma, Vila Nova e São Bento (esse último pagando seu segundo rebaixamento na mesma temporada).

Mas fica a pergunta, como cobrar planejamento em um clube que, dois dias depois do fim de um campeonato, discutirá se seus atuais dirigentes continuarão á frente da sua gestão? São incompetentes, dirão alguns, tem que sair, dirão outros, em parte concordo, foram incompetentes, o único que mostrou o mínimo de competência neste ano assumindo algo que ninguém conseguia dizer que conquistaria outra coisa que não fosse mais um rebaixamento sequer pode esboçar um planejamento para o começo do próximo ano, e detalhe, serão os últimos quatro meses da atual gestão…

Sinceramente? Essa não é uma decisão minha, nem é minha a função de defender ou atacar ninguém, essa é uma decisão que caberá aos associados do Guarani tomarem eu só preciso comentar duas coisas e vou encerrar aqui o texto:

Se os dirigentes atuais forem mantidos, serão cobrados por mim de trabalhos organizados e capazes de bem representarem o Guarani, e na mesma moeda, se os atuais dirigentes forem substituídos por outros dirigentes que terão apenas quatro meses para implantarem algo diferente no Guarani, eles serão cobrados da mesma forma por mim, porque estão abrindo mão da desculpa da falta de tempo ao levarem o Guarani a esta decisão.

Qualquer que seja a decisão dos sócios do Guarani, e eu só poderei votar como sócio a partir de janeiro, não vou aceitar um trabalho tão questionável, pra não dizer ruim, quanto o que foi feito no Guarani nos anos de 2011, metade final de 2012, 2013 e 2014 quando eu estava lá a partir da segunda metade de 2013 até a primeira metade de 2014, 2015, na primeira metade de 2016, em 2017 e nesta temporada inteira.

Seja quem for que esteja à frente do Bugre, o Guarani e sua Torcida não merecem ficar reféns de milagres, precisamos de planejamento, respeito e o mínimo de organização, porque uma hora o “anjo da guarda” estará de folga, como já esteve em 2012 e 2013.

O Guarani perdeu pro América por 1×0 no Brinco, mas o resultado nem importou tanto, o problema é que daqui a pouco o alívio de conseguir um verdadeiro milagre nesta Série B vai passar e a gente vai ver a realidade, sem um milagre estaríamos fadados a mais um rebaixamento, e milagres são tão raros que quem os promove vira santo.

Marcos Ortiz

Advertisement
Advertisement

A volta da Capa do Gigante


	
	
	

Clique para ativar o som

Próxima Partida – 22/11 21:30

+ Recentes

Copyright © Planeta Guarani - Todos os Direitos Reservados - Permitida Divulgação Apenas com Preservação da Fonte - Desenvolvido por: OZ Sites.