Siga-nos

Entrevistas

Fonseca garante time representando a Torcida no dérbi: “Que eles se sintam orgulhosos”

Publicado

em

Foto: Letícia Martins - Guarani FC.

Dando seguimento ao tom de mistério adotado pelo Guarani nesta semana de preparação para o dérbi do próximo domingo, o técnico Roberto Fonseca antecipou sua entrevista coletiva que tradicionalmente acontece após o treinamento, para a parte da manhã, mais precisamente às 09:30, antes do treino começar.

E ele realmente não deu nenhuma pista do que pretende levar a campo, deu apenas algumas dicas de como espera que o time jogue durante toda a partida e ao final deixou uma mensagem ao Torcedor Bugrino. O áudio da entrevista você confere no nosso programa ao vivo às 14:00 desta sexta feira.

Logo de início a pergunta, Igor Henrique joga, ou não, e o treinador respondeu assim: “A gente torce pra que ele possa jogar, estamos treinando, espero que ele tenha confiança, temos mais dois dias pra ele ganhar um pouco mais de confiança e esperamos ter todos à nossa disposição. Obviamente a gente vai fazer as melhores escolhas pra esse jogo”.

Sobre o fato de nunca ter disputado um dérbi, Fonseca ressaltou que reconhece a importância da partida, mas lembrou que já participou de outros clássicos: “Já fiz algumas partidas importantes, algumas decisões de títulos importantes e acredito que temos que trabalhar como se fosse um título. A nossa Torcida exige que seja desta maneira, que a gente trabalhe e que tenha o mesmo comprometimento, então é dessa maneira que vamos trabalhar, vamos competir dessa maneira, pensando numa decisão importante na nossa vida e na vida do Guarani”.

“Tivemos muitos jogos seguidos e tivemos que procurar opções no nosso grupo, nessa semana também procuramos e treinamos alternâncias pra que nosso atleta saiba o que tem que fazer dentro de campo e tenham treinado essas alternâncias dentro de uma partida tão importante como essa”.

Em seguida veio a provocação na pergunta sobre a data de aniversário do adversário, e Fonseca acabou caindo na pegadinha ao final da resposta: “Acredito que o próprio dérbi já é um sinônimo importante de vitórias e conquistas, independente disso, mas é claro, é sempre mais um item dentre vários que já tem nesse dérbi, vamos trabalhar para presenteá-los”, disse o treinador, ao contrário do que fizeram todos os atletas que deram entrevistas durante a semana.

A questão emocional do time também foi abordada: “Cada situação é uma situação, isso é uma verdade, mas nós nos fortalecemos conseguindo resultados importantes contra grandes equipes. Líder, ou dentro do G4 e conseguimos resultados importantes, emocionalmente estamos numa condição muito melhor do que aquela de quando chegamos aqui, temos um caminho longo a percorrer, mas colocamos como uma parte importante nesta nossa melhora esse dérbi, esse jogo de domingo pela manhã”.

Sobre a escalação, ele novamente desconversou: “Nós estamos reconstruindo a escalação e moralmente o Guarani. A gente sabe que sempre pode ter uma novidade, fizemos isso em jogos importantes e conseguimos obter sucesso, esperamos que possamos dar prosseguimento”.

Coincidência (ou não), o treinador praticamente repetiu um trecho da coluna que publiquei na última quarta feira ao ser questionado sobre a pressão da torcida adversária, única presente ao estádio: “Quanto à casa cheia nós tivemos isso contra o Sport, talvez até mais torcedores do que nós teremos no dérbi. O artista gosta de casa cheia, independente de qual seja a situação, acho que teremos todos os itens pra mais um dérbi que Campinas vivenciará neste domingo pela manhã”.

“Eu já tenho passado aos jogadores (os pontos importantes do adversário em campo), nós temos conversado bastante e o que julgamos forte neles e os negativos estão sendo trabalhados a exaustão durante toda a semana. Já quanto ao momento (a sequência do Guarani é melhor contra o adversário que vem de cinco jogos sem vitória) a gente abe que todo clássico e toda decisão independe do momento, depende dos 90 minutos, daquilo que vai acontecer na partida. Esperamos que nessa partida a gente consiga um grande jogo de futebol”.

Outra vez falando sobre as possíveis novidades ou surpresas durante a partida, ele respondeu: “Algumas coisas a gente sempre procura, por exemplo bolas paradas, minimizar erros, quando você conhece (o adversário) você trabalha, quando tem menos condições de trabalhar o antidoto a dificuldade é maior. Na equipe do Guarani hoje 80% já está definida na minha cabeça, cerca de 70 a 80% são pseudo titulares (apenas para este jogo) e o time tem que ser assim, temos um elenco de 20 e poucos jogadores e temos que fazer com que os outros 10 a 12 estejam motivados, sabendo que tem condições de jogar. Alguns já entraram e mostraram condição, hoje eu tenho uma noção muito melhor do que quando eu cheguei de quem pode entrar quando está ganhando, perdendo, quando precisa ter o um contra um, ou marcações. Hoje temos uma noção muito maior do que quando cheguei”.

“Claro que jogos treino e tudo o mais (ajudam), mas não é como se estivesse valendo três pontos. Hoje o Guarani, na cabeça do treinador, 70 a 80% está bem definida”.

“Já participei de alguns clássicos importantes na minha vida e a gente sabe que esse é um momento impar pra quem trabalha, claro que o dérbi é um dos grandes momentos pra qualquer profissional e nós temos que encarar assim, isso é gostoso para o profissional, é estimulante, a adrenalina, a emoção, tudo isso tem que vir a flor da pele e tem que saber controlar, o grande segredo é você vivenciar, sentir, e ao mesmo tempo saber canalizar essa energia pra que seja positiva e os atletas também tem que saber usar essa energia, canalizar, usar esses momentos importantes de motivação pelo lado positivo pra um jogo tão importante pras nossas vidas”.

Ao ser perguntado sobre a importância maior da experiência ou da juventude, Fonseca cravou os dois fatores: “As duas coisas, acredito que sabendo usar e sendo positivo, saber canalizar a jovialidade é importante, saber usar a experiência é importante, quem vai dizer isso são os 90 minutos, quem vai vencer é quem souber usar todos esses itens importantes e vão aflorar durante a partida”.

“Cada equipe tem que saber usar aquilo que tem de bom, quando cheguei aqui me perguntaram como gosto de jogar, tenho a maneira que gosto de jogar, mas não é sempre que encontro, eu tenho que saber utilizar o que tenho de bom, cada um usa da sua maneira, a gente espera que a maneira que temos usado, mesmo trocando em algumas situações, porque nesse dérbi nós vamos procurar alguns itens positivos pro nosso lado”.

E Roberto Fonseca fez questão de dizer que não devem esperar um Guarani jogando recuado esperando uma bola na partida: “Não, eu acredito que temos que ser fortes no todo, se só nos defendermos e não fizermos, não vamos ganhar jogo. O importante é o que temos feito, fizemos gol contra o Sport que dificilmente toma gols, fizemos contra o Red Bull que nem se fala e temos feito, temos tomado poucos também. Eu aprendi que tem que começar pelo alicerce, pela base e aqui também fomos construindo. Claro que o modo de treinar e trabalhar pra ajustar as peças é importante e temos conseguido, é o que eu passo pra eles, as oportunidades tem que ser aproveitadas, nos jogos nós não teremos muitas oportunidades, todos são muito difíceis, mas temos que ser mortais e espero que seja assim”.

Finalizando a entrevista ele deixou uma mensagem ao Torcedor do Guarani: “Nós iremos encarar e trabalhar como uma decisão, como um dérbi realmente. Nós temos que representar bem nosso Torcedor, desde que cheguei eu disse que o principal item pra quem veste a camisa do Guarani é representar bem o Torcedor e eu espero sinceramente que consigamos representar bem esses Torcedores nesse dérbi às 11:00. Que eles se sintam orgulhosos daquilo que a gente fez dentro de campo”, concluiu.

Marcos Ortiz

Advertisement
Advertisement

Guarani 0x2 Vila Nova


	
	
	

Clique para ativar o som

Próxima Partida – 25/08 11:00

Brasileiro - Série B

América-MG X Guarani FC

Campeonato Brasileiro - Série B

+ Recentes

Copyright © Planeta Guarani - Todos os Direitos Reservados - Permitida Divulgação Apenas com Preservação da Fonte - Desenvolvido por: OZ Sites.