Siga-nos

Entrevistas

Eutrópio confirma dúvidas e fala em colocar análises em prática na paralisação da Série B

Publicado

em

Foto: Letícia Martins - Guarani FC.

Depois de comandar o último treinamento com direito a reunião com representantes da Torcida Organizada Fúria Independente no gramado do Brinco, o técnico Vinícius Eutrópio falou sobre a partida e as dúvidas que tem para enfrentar o Coritiba.

Você pode ouvir essa entrevista na íntegra no player abaixo:

 “O Xandão sentiu uma lombalgia, ele não treinou ontem e hoje ele voltou, vamos esperar até o final na hora de divulgar a relação pra saber se ele tem condição. Se tiver vai estar entre os relacionados, já o Arthur vinha jogando e com ele eu volto pro sistema anterior quase com quatro atacantes, sem ele mantemos o comportamento e o sistema do último jogo, depois são dúvidas pontuais, o Mateusinho quando jogou em casa foi um dos melhores jogadores do time, isso nos dá um alento e tem o equilíbrio do Amorim que nos ajuda muito na marcação”.

 “Vou levar essas dúvidas, basicamente tenho tudo definido sim, mas vou levar essa escalação até o final do jogo (provavelmente querendo dizer até o início) pra que a gente possa preservar isso”, assim Eutrópio falou sobre a definição do time titular.

 O Coritiba também vem de derrota e Umberto Louzer pode estar balançando no cargo, Eutrópio falou sobre o confronto: “O Coritiba como o Guarani é um time grande que jogou muito bem contra o América e merecia ter ganho, jogou muito bem contra o Paraná e o resultado não veio, são coisas do futebol. A gente sabe disso, mas temos que olhar o nosso lado aqui”.

 Ele foi questionado sobre sua situação no clube mediante tantas pressões pela sua saída e respondeu assim: “Não posso comentar porque não tenho essa informação, na verdade eu sou simples, o grupo é muito coeso, não tem problema nenhum quanto ao comando, pelo contrário é um dos melhores grupos com quem eu trabalhei e a gente tem que focar nisso, no trabalho, em manter essa continuidade e focar no resultado”.

 “No Brasil não existe parâmetro, a gente não fala em tempo, fala em jogos, então não há parâmetro pra essa pergunta. Eu com todo o respeito ao que envolve a nossa filosofia do futebol brasileiro sou totalmente contraditório a isso, com todo respeito , responder sobre isso seria como morar no exterior e ter que responder sobre o sistema do transporte no Brasil dizendo algo sobre não ter carro ou ônibus, seria debater sobre algo que pra mim é inacessível”.

 E por último ele disse que a parada pra Copa América será positiva ao Guarani: “Muito, com todo o respeito e toda a humildade, mas quem tem o conteúdo de trabalho e o grupo que a gente tem e a movimentação que estamos fazendo nos bastidores pra fortalecer o grupo, porque terminamos o campeonato com o lado esquerdo tendo William Matheus e Thiago Ribeiro e começamos o Brasileiro sem os dois. Entre entradas e saídas foram 20 jogadores em sete jogos, tem a adaptação do jogador, o sistema, tem os outros times, porque é um campeonato forte. Nessa parada sem dúvida vamos praticamente fechar nosso grupo em termos de contratações, , já fizemos todas as análises, sabemos o que os jogadores podem dar do lado de cima ou do lado de baixo, quem são os jogadores, como eles se adaptam, e tudo isso vamos ver e simplesmente colocar em prática nesses trinta dias”, concluiu Eutrópio.

 

Marcos Ortiz

Copyright © Planeta Guarani - Todos os Direitos Reservados - Permitida Divulgação Apenas com Preservação da Fonte - Desenvolvido por: OZ Sites.