Siga-nos

Luiz Galvão

É reta final e não dá pra contar com a sorte sempre, por isso é vencer ou vencer!

Publicado

em

Estamos na reta final da primeira fase do Campeonato paulista 2020 e o Guarani que iniciou a primeira rodada como líder, revezou com o Corinthians na segunda, voltou a liderar na terceira rodada, o Corinthians reassumiu na quarta e da quinta até a sétima rodada o Bugre se mantém na liderança que deverá ser defendida com uma vitória no próximo confronto. Vitória pelo fato do Guarani estar apenas a 1 gol a mais no saldo pelo 3º critério de desempate, uma vez que o Corinthians empatou com Santo André pelo placar de 1×1 e igualou no numero de pontos e vitórias. E ainda o Santo André também estar na cola do Bugre com 1 ponto de diferença e o último colocado Ferroviária estar a 3 pontos e 2 no saldo de gols mas poderia se igualar ao Guarani se a Ferrinha vencer o penúltimo colocado da competição o Botafogo SP.

O Alviverde campineiro vencendo tem a chance de se isolar na liderança ou até mesmo a possibilidade de ir para lanterna do grupo o que provocaria um desestímulo total da torcida, pois 3 rodadas com chances de se criar uma gordura foi desperdiçada e nesta oitava rodada mais uma vez o vento sopra a favor do Bugre bastando caminhar na direção certa ou seja, vencer o Agua Santa nesta sexta (20/fev) no Brinco de Ouro jogo marcado para as 19h15min.

Na tabela geral apresentada onde mostra a liderança do Bugre sobre o próximo adversário e os demais do grupo aponta desvantagem somente para RedBull/Bragantino na defesa como 7 gols sofridos pelo Guarani conta 5 do Touro. Mas, o Guarani deve buscar a posição apontada pelo índio na ilustração.

NÚMERO DE FALTAS

Na matéria anterior do dia 20 de fevereiro apontamos o baixo número de faltas para os clubes da Capital e um excessivo número de faltas e cartões para os times do interior e se confirmou mais uma vez na sétima rodada, com os quatro primeiros colocados Santos (62), Palmeiras (74), São Paulo (86) e Corinthians (89) e os quatro últimos sendo: Santo André (107), RedBull/Bragantino (110), Guarani (112) e NS (118). Podemos dizer que o nível técnico ajuda nesta diferença porém, a falta de coragem da arbitragem quando se trata de atletas influentes ou até mesmo por medo da torcida ou de dirigentes de clubes grandes que influenciam na sua escalação também podem ser fator decisivo para marcação de faltas e aplicação de cartões. Neste ponto os clubes do interior deverão ficar atentos, pois os cartões e as faltas intimidam os atletas durante o jogo e pode provocar afastamento de partidas importantes por um simples cartão de um árbitro arrogante.

CONFRONTOS

Destacamos  também os confrontos de cada equipe do Grupo D onde todos terão 3 jogos em casa e no caso do Guarani que terá confronto contra Agua Santa pela 8ª rodada em casa e logo enfrentar fora de seus domínios o Ituano que esboçou reação na reta final, depois em casa contra o rival NS, voltando a jogar fora contra o Botafogo SP, para encerrar a primeira fase no confronto contra São Paulo sob seus domínios na Taba.

Analisando os confrontos o mais favorável para o Guarani será a 11ª rodada mesmo jogando fora de casa enfrentará o Botafogo SP, enquanto seus adversários Corinthians enfrenta Palmeiras no Itaquera, RedBull/Bragantino enfrenta São Paulo no Morumbi e Ferroviária o Ituano (Novelli Jr. Itú). Mas vem a última rodada e provavelmente a mais delicada em que o Bugre enfrentará São Paulo no Brinco, sendo que Corinthians único que joga fora de casa enfrenta Oeste, RedBull/Bragantino x Botafogo e Ferroviária x Inter de Limeira.

 

NÚMEROS E CONFRONTOS DE GUARANI X ÁGUA SANTA

Com relação ao Água Santa, adversário do Bugre nesta rodada vem com tudo e com moral por ter vencido o Corinthians no Distrital Inamar na última rodada em seu primeiro confronto da história entre as equipes. Porém o time de Diadema até então não havia feito boa campanha estreando com derrota para São Paulo por 2×0 no Morumbi, e sequencia mais um placar negativo de 2×0 desta vez em casa para Novorizontino e na terceira rodada mais uma derrota de para Santo André de 1×0, conquistando seu primeiro ponto na competição somente na quarta rodada em casa contra Ituano pelo placar de 1×1, logo embalar e vencer Ferroviária sob seus domínios por 1×0, em seguida empatar fora de casa com Botafogo SP por 1×1 e vencer o Corinthians por 2×1 melhor placar até a sétima rodada.

Apesar da reação após perder os três primeiros jogos está a 4 sem perder sendo dois empates e duas vitórias. Fora de casa conquistou apenas 1 ponto no empate contra Botafogo SP. Com relação ao Guarani os números mostram a superioridade do Bugre. Na classificação Geral Guarani ocupa a 7ª x 12ª posição, empate no número de vitórias, Saldo de gols Guarani 3 x (-3), o Guarani ocupa a 4ª posição de melhor ataque (10 gols) contra a 15ª posição (5 gols) e a defesa de 7 gols sofridos pelo Bugre contra 8 do Água Santa. Não deverá ser um time muito duro em campo pois são 16 cartões amarelos contra 15 do Guarani + 1 vermelho e no número de faltas o Água Santa supera pela disciplina ocupando 8ª posição com 94 faltas contra 112 do Guarani na penúltima posição.

Será o quarto confronto entre as duas equipes sendo pela primeira vez na elite do futebol estadual com vantagem para o Bugre na série A2 Paulista: em 2015: Água Santa 1 X 0 Guarani, em 2017: Água Santa 1 X 2 Guarani, em 2018: Guarani 3 X 0 Água Santa.

A temperatura será agradável na hora do jogo com previsão de 22ºC, com umidade relativa do ar de 56% sem previsão de chuva. Para este jogo não podemos contar com a sorte e sim colocar técnica e raça dentro de campo. O técnico Thiago Carpini poderá ter desfalques de Bidu com lesão na coxa esquerda e Cristovam com desconforto muscular, mas poderá contar com Rafael Costa que treinou com o elenco onde foram testadas duas mudanças a entrada de Leandro Almeida no lugar de Romércio na defesa ee no meio campo Eduardo Person no lugar de Lucas Abreu porém, não confirmado pelo técnico.  No Água Santa o atacante Robinho fez dois gols e os meias Luan dias com dois gols e Dadá ex xita também com um gol.

O que a Maior do Interior quer é a garantia da manutenção da liderança e consequente classificação e assim

Remar em águas serenas.

Sim, Nós podemos, nós acreditamos!

>>>—-HSG—>

 

Luiz Galvão

Copyright © Planeta Guarani - Todos os Direitos Reservados - Permitida Divulgação Apenas com Preservação da Fonte - Desenvolvido por: OZ Sites.