Siga-nos

Notícias

E lá se foi Vadão… descanse em paz, companheiro Oswaldo Alvarez!

Publicado

em

Tristeza. Um sentimento indescritível tomou conta de todos nós no início da tarde desta segunda feira (25/05). Oswaldo Alvarez, o grande e eterno Vadão nos deixou.

Vítima de um câncer no fígado, Vadão estava internado há ao menos uma semana lutando pela vida, mas não resistiu. Perdeu? Não, pelo contrario, com toda sua história no futebol brasileiro e no nosso Bugre, venceu! Deixou um imenso legado, uma história que jamais será apagada.

Vadão era uma pessoa diferente, era um cavalheiro acima de tudo. Humilde, atento, dedicado e obcecado pelo que fazia e sempre pronto a fazer melhor. Detalhista, dono de um sorriso raro, uma fala calma, parecia pai de todos, e era isso o que ele realmente era, um paizão.

Jogador, lateral direito, revelado nas categorias de base do Guarani FC, Oswaldo Fumero Alvarez teve ao todo cinco passagens como treinador do Guarani Futebol Clube. A primeira em 1995, uma rápida passagem de poucos 26 dias. Já na segunda passagem Vadão foi Vadão, assumiu um time que estava fadado ao rebaixamento e conseguiu evitar a queda da equipe no Brasileirão de 1997 com uma campanha de 05 jogos, 03 vitórias e 02 empates, o que o credenciou para a permanência em 1998 acumulando 48 jogos, incríveis 13 meses como técnico Bugrino numa época em que treinadores por aqui duravam poucas horas.

Voltou longos 11 anos depois. Foi em 2009, e outra vez mostrou sua força e que a combinação Vadão/Guarani Futebol Clube era imbatível. Montou um elenco em pouco mais de 20 dias para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, terminou a competição como vice campeão, levou o acesso para a Série A do ano seguinte e impensáveis 38 rodadas entre os quatro primeiros colocados. Ficou em 2010 e por apenas 8 dias não completou mais um ano inteiro comandando o Guarani.

Sua quarta passagem não é menos histórica, voltou ao comando da equipe em 2012 às vésperas do início do Paulistão e outra vez com pouco tempo montou um elenco completo. Resultado: Vice Campeão Paulista da Série A1.

Por último outra vez mostrou sua qualidade e competência na última passagem. Em 2017 assumiu o comando do Guarani no dia 26 de março, ainda durante a disputa do Paulista da Série A2, mas foi na Série B que mais uma vez construiu uma grande passagem pelo Bugre chegando a permanecer por cinco rodadas na liderança da Série B do Brasileiro com um elenco e uma estrutura que nem de longe davam suporte para isso, e assim, no dia 26 de agosto de 2017 terminava sua última vez lá onde era rei, no banco de reservas do Guarani Futebol Clube.

Ao todo foram 204 jogos como treinador do Guarani com 88 vitórias, 45 empates e 71 derrotas.

Oswaldo Alvarez é e sempre será muito mais do que números para nós! Campeão sem troféu, mas campeão de fato! Vadão e Guarani formaram uma combinação rara de sucesso e a Torcida Bugrina hoje lamenta muito a partida tão precoce, apenas 63 anos de vida, com uma intensidade e uma identificação que criaram uma verdadeira paixão entre ambos.

Descanse em paz companheiro! Sua estrela continuará brilhando sempre na nossa história, agora ai no céu.

Perdemos Oswaldo Alvarez. Um dia de luto e de muita dor para todos nós. Aos familiares e amigos de Vadão nossos sentimentos e podem ter certeza, a Torcida Bugrina hoje perde também um de seus membros.

Que Deus conforte todos nós. Descanse em paz, Vadão, ou melhor, brilhe mais intensamente ainda ai, num lugar muito melhor.

A gente se vê um dia. Obrigado por tudo!

Marcos Ortiz

Copyright © Planeta Guarani - Todos os Direitos Reservados - Permitida Divulgação Apenas com Preservação da Fonte - Desenvolvido por: OZ Sites.