Siga-nos

Notícias

Confusão marca reuniões que aprovaram contas com ressalvas no Guarani

Publicado

em

Pelo “aquecimento” da eleição que tivemos na noite de ontem (05/03), o caminho já parece bem demarcado para um clima tenso durante a Assembleia Geral de 15 de março que elegerá a nova composição do Conselho de Administração Bugrino.

Na noite de ontem aconteceram duas reuniões, uma do Conselho Deliberativo, outra uma Assembleia Geral de Sócios. Ambas tinham a função de tratar da aprovação ou reprovação das contas, o balanço financeiro do exercício 2019 apresentado pelo Conselho de Administração acompanhado dos pareceres do Conselho Fiscal e da empresa de auditoria independente, e o que se viu foi mais do mesmo, confusão, discussão, desentendimento, nervos aflorados e a dica está dada, seja qual for o resultado da eleição, tudo continuará como dantes.

Para trazer a melhor informação possível, entrei em contato com o presidente do Conselho Fiscal do Guarani FC, Fábio Araújo de quem recebi cópia do parecer do Conselho Fiscal se abstendo de apresentar seu parecer neste momento, mas segundo Fábio Araújo, o parecer será presentado quando da publicação do balanço de exercício 2019, isso porque, por conta das eleições, a análise das contas teve que ser antecipada em cerca de 20 dias, mas o Conselho Fiscal apresentará seu parecer dentro do prazo legal.

“Nós recebemos a maioria dos documentos fora do prazo mínimo para podermos analisar e solicitar até informações complementares, mas o Conselho Fiscal vai emitir seu parecer e publicá-lo ainda neste mês de março, cumprindo o que determina o Estatuto Social. Depois disso o Conselho de Administração tem prazo até o dia 30 de abril para publicar balanço e parecer de auditoria independente, atendendo a legislação vigente”, disse Fábio Araújo.

Ainda segundo Fábio Araújo, a reunião de ontem à noite começou com a eleição da mesa da Assembleia Geral, posteriormente a eleição a reunião foi interrompida para que fosse dado início à reunião do Conselho Deliberativo. Após a reunião do Conselho e da explanação do Conselho Fiscal, a Assembleia Geral de Sócios foi reiniciada, interrompida por confusões pelo presidente Luis Domiciano até que houvesse segurança no local, reiniciada e terminou com a aprovação das contas com ressalvas. Porém no momento da interrupção da Assembleia, os associados ligados ao grupo político que tem postura oposicionista deixou o local, não participando da votação.

Marcos Ortiz

Abaixo seguem as explicações apresentadas pelo Conselho Fiscal ao Conselho Deliberativo justificando a não emissão de parecer ao Órgão:

“O Conselho Fiscal do Guarani Futebol Clube, no uso de suas atribuições informa que, recebeu do Conselho de Administração o relatório dos auditores independentes, demonstrações financeiras, demonstração de resultado do exercício, balancete analítico, balanço patrimonial e carta do departamento jurídico no final da tarde de 03/03/2020.

Para o parecer do Conselho Fiscal vir com opinião segura quanto a aprovação ou reprovação de contas, teríamos de ter um prazo de pelo menos 10 (dez) dias do recebimento para verificação de todos os documentos e confecção do parecer completo. Lembramos ainda que esse parecer para ter validade junto ao Conselho Deliberativo, teria que ter sido enviado com 3 (três) dias de antecedência ao mesmo, ou seja, na data de 02/03/2019, estando assim este item prejudicado para a reunião ordinária do Conselho Deliberativo.

Informamos aos associados do Guarani que faremos e apresentaremos o nosso parecer, mas seria impossível apresentá-lo na assembleia geral ordinária de 05/03/2020. Pelo código civil, esta apresentação deve ocorrer até a data de 30/04/2020. Pelo estatuto do Guarani Futebol Clube, a assembleia geral ordinária de aprovação de contas deve ser realizada até o final do mês de março, porém em anos com eleições no clube, a mesma deve ocorrer até 5 (cinco) dias úteis antes da data da eleição (marcada para 15/03/2020) e, portanto, a data máxima da assembleia seria de 06/03/2019 (data em que o Guarani joga em Itu), restando a data de 05/03/2019 como limite máximo para tal.

O relatório dos auditores independentes é de “opinião com ressalvas”, tendo sido elencadas os seguintes pontos:
– Falta de controle analítico sobre rateio de atividades recreativas, gastos dos atletas profissionais e gastos sobre a formação de atletas, além de não realizar a amortização destes valores.
– O clube não reconheceu os saldos de correção monetária sobre os débitos tributários declarados e não pagos, sobre encargos trabalhistas e obrigações tributárias. Não foi possível mensurar o montante de saldos de juros.

Ainda sobre o relatório dos auditores independentes, foi colocado como ponto a “incerteza relevante relacionada com a continuidade operacional”, dado o prejuízo acumulado do ano de 2019 na ordem de 3,4 milhões de reais e capital circulante líquido negativo de 119 milhões de reais.

Portanto, em decisão unânime do Conselho Fiscal, para a data de 05/03/2019, o conselho fiscal abstém de opinião sobre as demonstrações financeiras do Guarani Futebol Clube, não tendo havido tempo hábil para análise das referidas documentações.

Lembramos ainda que assumimos o órgão no final do mês de Julho de 2019 e só pudemos começar a atuar no início de Agosto por conta de problemas judiciais que atrasaram as eleições do ano anterior do clube. Quando assumimos haviam algumas denúncias a serem apuradas, além do trabalho do Conselho Fiscal estar em atraso desde o início do ano, por conta de termos ficado sem Conselho Fiscal nos primeiros 7 (sete) meses do ano de 2019.

Abaixo seguem nossos pedidos feitos ao Conselho de Administração, Superintendência Administrativa e demais setores do clube, constando o atendimento ou não das entregas de documentos.

1 – FOLHA SALARIAL COMPLETA DO GUARANI – ATENDIDO
2 – CONTRATOS DA AUDITORIA INDEPENDENTE E EMPRESA DE CONTABILIDADE – ATENDIDO
3 – TODOS OS CONTRATOS DE PATROCÍNIO E PUBLICIDADE – QUASE 100% ATENDIDO
4 – CONTRATO E MOVIMENTO DA LOJA OFICIAL – QUASE 100% ATENDIDO
5 – CONTRATOS DE EMPRÉSTIMOS – QUASE 100% ATENDIDO
6 – OUTROS CONTRATOS QUE POSSAM EXISTIR (SÓCIO CAMPEÃO, LOCAÇÕES, CONFISSÕES DE DÍVIDAS, ADITIVOS, PARCERIAS, PERMUTAS, MATERIAL ESPORTIVO – QUASE 100% ATENDIDO
7 – BALANÇO ANALÍTICO, SINTÉTICO, EXTRATOS E CONCILIAÇÕES BANCÁRIAS, ALÉM DE UMA DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS MENSAIS COM RECEITAS E DESPESAS – ATENDIDO
8 – PROPRIETÁRIOS DE CADEITAS VITALÍCIAS E CAMAROTES. ASSOCIADOS, SÓCIOS TORCEDORES E PROPRIETÁRIO SENDO O GUARANI. NO MESMO ITEM, MOVIMENTAÇÃO DO CAIXA SOBRE COMPRA DE TÍTULOS E MENSALIDADES (histórico mensal com ativações, associações e desativação) – ATENDIDO
9 – VALORES HISTÓRICOS DO VGV – ATENDIDO
10 – COTAS DE TELEVISÃO VIGENTES – ATENDIDO
11 – DOCUMENTOS SOBRE PENHORA DE RENDA – ATENDIDO
12 – ESTUDO SOBRE TODOS OS PROCESSOS DO CLUBE, TRABALHISTA, TRIBUTÁRIO E CÍVEL, COM VALORES DE CONHECIMENTO, VALORES PEDIDOS, EXPECTATIVA DE PERDA, SOBRE QUAL GESTÃO APONTA, NÚMERO DE PROCESSO, DATA, ADVOGADO DAS PARTES – ATENDIDO
13 – QUAIS MEDIDAS FORAM TOMADAS ADMINISTRATIVAMENTE (INTERNAMENTE, EXTERNAMENTE E JUDICIALMENTE) PARA EVITAR NOVAS MULTAS DA RECEITA FEDERAL – ATENDIDO
14 – RECEITAS E DESPESAS DE BILHETERIA – ATENDIDO
15 – PAGAMENTO DE IMPOSTOS PAGOS OU NÃO PAGOS, VALORES MENSAIS OU ANUAIS, DOCUMENTOS QUE TEM DE SER ENVIADOS PARA OS ÓRGÃOS E QUE LIVROS O CLUBE TEM – ATENDIDO EM PARTE
16 – CONTRATOS E NÚMERO DE INSCRITOS POR FRANQUIA DO PROJETO BUGRINHO – NÃO ATENDIDO
17 – VENDA, EMPRÉSTIMOS E TRANSFERÊNCIA DE ATLETAS EM 2019 – ATENDIDO
18 – CONTAS DE ÁGUA E LUZ 2019 – NÃO ATENDIDO
19 – ATAS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO – ATENDIDO EM PARTE
20 – MEMÓRIA DE CÁLCULO DA COMPOSIÇÃO DE FORMAÇÃO DE ATLETAS E FLUXO DE CAIXA – NÃO ATENDIDO
21 – CONTRATO COM EMPRESAS DE ADVOCACIA – NÃO ATENDIDO
22 – ANTECIPAÇÕES – ATENDIDO
23 – FUNCIONAMENTO DA ORGANIZAÇÃO DO CLUBE – ATENDIDO
24 – CONTRATO E RESCISÃO DE ROBERTO FONSECA E COMISSÃO, OSMAR LOSS E COMISSÃO, VINÍCIUS EUTRÓPIO E COMISSÃO E ANDRÉ GALGE SPIRITO – ATENDIDO
25 – APRESENTAÇÃO DA NOTA FISCAL DE SERVIÇO DA CONTA DE FUTEBOL AMADOR – NÃO ATENDIDO
26 – APRESENTAÇÃO DE NOTAS FISCAIS DE CONTA REFEIÇÃO – NÃO ATENDIDO
27 – APRESENTAÇÃO DOS GASTOS DA CONTA FUTEBOL, COM NOTA FISCAL, PASSAGENS AÉREAS, HOTEL LISTA DE QUEM VIAJOU COM O TIME, DESDE JANEIRO 2019 – NÃO ATENDIDO
28 – COMPOSIÇÃO DO SALDO, COM NOTAS FISCAIS, DE MANUTENÇÃO DE PRÉDIOS E SERVIÇOS PRESTADOS PESSOA FÍSICA – NÃO ATENDIDO
29 – MARCA GUARANI – ATENDIDO”

Advertisement
Advertisement

A volta da Capa do Gigante


	
	
	

Clique para ativar o som

Próxima Partida

+ Recentes

Copyright © Planeta Guarani - Todos os Direitos Reservados - Permitida Divulgação Apenas com Preservação da Fonte - Desenvolvido por: OZ Sites.