Siga-nos

Jogos e Resultados

Com cara de rebaixado, Guarani perde em casa pro Vila Nova. 2×0 no Brinco

Publicado

em

Foto: Toninho Correa - Planeta Guarani

Falta muita coisa pro Guarani, falta futebol, falta time, mas também falta vergonha! O time tinha um confronto direto em casa contra um dos times tão ruins quanto ele, uma das piores equipes da Série B e mostrou que não é à toa que ocupa a lanterna da competição . O Guarani é disparado o pior time da Série B do Campeonato Brasileiro e seu treinador vive num universo paralelo.

Bem fez o Torcedor Bugrino que ficou em casa, no final 1.915 heróis tiveram coragem de ir ao Brinco ver tanta coisa ruim em campo. Não salvou ninguém do time que jogou com Kléver; Bruno Souza, Ferreira, Luiz Gustavo e Thallyson; Deivid (Arthur Rezende), Ricardinho, Bady (Felipe Amorim) e Davó; Vitor Feijão (Renanzinho) e Michel Douglas.

O time, se é que podemos chamar de time, jogou 10 minutos, desceu três vezes, teve três chances de gol, perdeu um feito numa grande jogada de Ricardinho pela esquerda que viu a passagem de Bady e rolou pro camisa 10 marcar, ele bateu pro gol, mas Rafael Santos conseguiu uma grande defesa, e foi só, depois abriu as pernas e tirou o pé, tomou um gol na primeira (e única) chegada do Vila Nova na primeira etapa que mostrou que o time não tem vergonha na cara, Thallyson que estreava como titular entregou uma bola no meio de campo, Deivid foi andando pra trás e deu todo o espaço do mundo pra Robinho que avançou pela direita, ele estava sozinho, ajeitou a bola, trouxe pra dentro e bateu colocado no canto direito de Kléver, a bola ainda resvalou de leve no pé de Luiz Gustavo e entrou no cantinho. Gol do Vila Nova, a falta de vergonha fez o Guarani tomar um gol de um time que tinha feito quase tanta merda quanto o Guarani na Série B, Vila Nova 1×0 Guarani, em pleno Brinco de Ouro.

Depois disso foi um amontoado, se empatando por 0x0 time já mostra que não consegue chutar uma bola no gol, perdendo então, o que é ruim consegue piorar. Só aos 33 minutos o amontoado conseguiu levar algum perigo ao adversário num cruzamento e Thallyson que Michel Douglas cabeceou, mas jogou pra fora e depois, aos 42 minutos Davó recebeu uma bola pela direita e de fora da área bateu forte, mas o goleiro Rafael Santos espalmou como pôde pra escanteio.

O juiz ainda deu jogo até os 48, mas isso só serviu pra aumentar a vergonha do time que vai ser rebaixado ainda no primeiro turno da Série B.

E mesmo vendo que seu time precisava melhorar, o técnico Roberto Fonseca voltou com o mesmo bando pro segundo tempo resultado? Piorou, alias, piorou ainda mais quando ele resolveu trocar…

Parecia que seria diferente, aos 04 minutos Davó recebeu passe de Bruno Souza dentro da grande área, deu um chapéu no primeiro marcador e saiu na cara do goleiro Rafael Santos, mas chutou fraco, praticamente recuando a bola, seria um golaço, mas faltou definir a jogada, a bola reboteada ainda sobrou pra Bady na pequena área e ele também chutou em cima do goleiro adversário. É impossível perder dois gols assim no mesmo lance.

A partir dai o que se viu foi um time tocando bola, o Guarani e um Vila Nova que não queria mais jogar, estava satisfeito com o placar de 1×0, mas ainda assim, quando chegava, levava perigo.

E o goleiro Kléver foi de herói a vilão em um minuto, aos 14 minutos ele fez duas grandes defesas, dois verdadeiros milagres. Primeiro Robinho fez o que quis com a marcação do Guarani e entrou como quis na grande área, ele bateu forte e Klever conseguiu espalmar, a bola saiu reboteda no meio da grande área, Alan Mineiro chegou desviando e Kléver que estava caído conseguiu se recuperar e no puro reflexo e fez outra grande defesa, salvando o Guarani de tomar o segundo gol, em seguida a zaga afastou o perigo.

Antes da cobrança do escanteio Roberto Fonseca fez sua primeira grande cagada, ele tinha a opção de estrear o meia Marquinhos, mas sacou o volante Deivid e colocou Arthur Rezende em seu lugar. Arthur Rezende, no tempo em que esteve em campo fez aquilo que sempre faz, errou passes, errou passes, errou mais passes ainda, enfim, piorou um time que precisava melhorar.

Mas aos 14 minutos em uma cobrança de escanteio p Vila Nova marcou o segundo gol e Kléver falhou feio. A bola foi levantada do lado esquerdo, ele saiu muito mal do gol e Wesley matos antecipou o goleiro Bugrino para cabecear pro fundo do gol com o gol escancarado na sua frente. Um frangaço de Kléver, pra coroar a noite de terror do Guarani no Brinco de Ouro da Princesa.

Aos 22 minutos Fonseca trocou de novo, tirou o péssimo Vitor Feijão e colocou o jovem Renanzinho em seu lugar, mas jogando pela direita do ataque, e Renanzinho, apesar de não fazer uma grande atuação, ao menos passou a levar perigo nas descidas do Guarani,mas o treinador parece que viu que havia algum risco de dar certo e tratou de acabar com qualquer possibilidade quando, aos 31 minutos sacou Bady, colocou Felipe Amorim em seu lugar, por ordem do treinador Renanzinho foi deslocado para a esquerda e Felipe Amorim ocupou o espaço que vinha sendo ocupado pelo jovem atacante, matando todas as jogadas ofensivas da equipe.

Aos 42 minutos quando já não adiantava muita coisa, o Guarani conseguiu uma chance clara de gol, escanteio cobrado por Renanzinho pela esquerda e ele meteu a bola na grande área, Michel Douglas ainda desviou, Magno tentou cortar, pegou mal na bola e ia fazendo gol contra, mas o goleiro Rafael Santos conseguiu fazer uma grande defesa e evitar o gol quase em cima da linha, a bola reboteada caiu na cabeça de Ferreira, mas o grandalhão zagueiro Bugrino não tem força na cabeçada e recuou a bola para Rafael Santos, lembrando os tempos em que ele era goleiro do Guarani.

Pra sofrimento dos Bugrinos o árbitro deu 05 minutos de acréscimos, mais passe errado, mais toque de lado, mais bola irritantemente tocada no campo defensivo até que com o apito final o sofrimento finalmente acabou.

Final de jogo no Brinco, Guarani 0x2 Vila Nova, a chance de sair do Z4 acabou, a chance de permanecer na lanterna é praticamente de 100%. O Guarani só não termina essa rodada na última colocação se o São Bento perder por uma diferença de três gols para o Paraná em Sorocaba, mas ainda que perca, não muda nada, o Guarani vai vendo, rodada a rodada, os concorrentes abrirem vantagem fora da zona do rebaixamento.

Roberto Fonseca vai aos poucos enfiando goela abaixo do Torcedor os jogadores que ele Torcedor não aguenta mais ver em campo, aos poucos voltam Arthur Rezende, Felipe Amorim, e vai voltar já já Diego Cardoso, Éder Luís e alguns outros. A impressão que eu tenho é que ele quer ser demitido, mas nem pra isso o Guarani presta.

Montaram um monte de merda no elenco, o campeonato tá andando e se o Guarani não tomar uma atitude imediatamente, estará virtualmente rebaixado ao final da 18ª rodada, porque esse time não mostra poder ganhar de ninguém.

Parabéns Fumagalli, parabéns Marcus Vinícius, parabéns Gabriel Remédios, vocês manjam tudo de futebol viu! Parabéns Palmeron, parabéns Conselho de Administração, continuem assim e vocês serão responsáveis por mais um rebaixamento vergonhoso, se é que já não são. Se prometeu quando foi ao microfone que trocaria 12 jogadores se fosse preciso, tem que fazer, não fez e agora esses bostas estão mostrando rodada após rodada que não querem mais jogar, será que vocês ainda não enxergaram isso?

O problema da paciência é que ela acaba… vão todos à merda!

Marcos Ortiz

Advertisement
Advertisement
Advertisement

A volta da Capa do Gigante


	
	
	

Clique para ativar o som

Próxima Partida – 16/11 16:30

+ Recentes

Copyright © Planeta Guarani - Todos os Direitos Reservados - Permitida Divulgação Apenas com Preservação da Fonte - Desenvolvido por: OZ Sites.