Siga-nos

Notícias

Bugre segue pra Florianópolis com uma dúvida, recém contratado pode até estrear

Publicado

em

O Guarani seguiu viagem nesta sexta feira para a cidade de Florianópolis onde enfrentará o Figueirense que hoje é comandado dor Vinícius Eutrópio, ex técnico do Bugre, no sábado às 16:30 na abertura do returno da Série B. A equipe será comandada pela terceira rodada consecutiva por Thiago Carpini, auxiliar técnico que vem fazendo bom trabalho interinamente como técnico.

E Carpini tem, aparentemente, apenas uma dúvida pra escalar o time titular, tudo indica que ele mudará novamente o sistema de jogo, desta vez para um time com dois atacantes. O problema é que, com dores no joelho, Michel Douglas segue sendo dúvida e, caso não tenha condição de jogo, o titular da camisa 9 deverá ser Nando, atacante confirmado ontem e já registrado no BID que atuava com Carpini no Botafogo-PB antes de sua chegada ao Guarani.

Com esta possível escolha, o time deverá ter um meia armador, só não sabemos qual será este meia, se Arthur Rezende ou Bady, e no ataque Davó fará dupla com Michel Douglas ou Nando, recuando um pouco mais Marquinhos.

O treinamento que definirá o time acontece nesta tarde no CT do Avaí. O provável time titular terá: Kléver; Bruno Souza, Brunno Lima, Luiz Gustavo e Thallyson; Deivid, Igor Henrique, Bady (Arthur Rezende) e Marquinhos; Davó e Michel Douglas (Nando).

Figueirense x Guarani se enfrentam em um confronto direto contra o rebaixamento. Com 16 pontos o Bugre está cinco pontos atrás dos catarinenses e caso vença a partida diminui esta diferença para apenas dois, mas tem mais um detalhe, há três rodadas o Figueirense perdeu uma partida por WO, o caso ainda será julgado pelo STJD da CBF e a equipe catarinense pode sofrer alguma penalidade que envolve a perda de pontos na partida, mas prevê ainda outras possíveis punições.

O artigo 203 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva prevê que o clube que “deixar de disputar, sem justa causa, partida, prova ou o equivalente na respectiva modalidade, ou dar causa à sua não realização ou à sua suspensão” está sujeito a pena de multa, que pode variar de R$ 100 a R$ 100 mil, mais a perda dos pontos em disputa a favor do adversário, até ai tudo bem, perderam os pontos do jogo, mas o parágrafo 2 do mesmo artigo diz que:

“Se da infração resultar benefício ou prejuízo desportivo a terceiro, o órgão judicante poderá aplicar a pena de exclusão da competição em disputa”. O que seria prejuízo a terceiros? O simples fato de o Cuiabá ter ganho os pontos da partida sem ter que jogar já cria prejuízos a terceiros, pois mexe diretamente com a tabela de classificação da competição.

Assim, primeiro, nesta briga contra o rebaixamento, o Guarani precisa dentro de campo buscar os três pontos contra um concorrente direto, e fora dele, neste mundo da justiça desportiva, acompanhar de perto o desenrolar desta causa.

Vale tudo nesta briga, neste momento, mas o primeiro e mais importante passo é vencer o jogo!

Marcos Ortiz

Copyright © Planeta Guarani - Todos os Direitos Reservados - Permitida Divulgação Apenas com Preservação da Fonte - Desenvolvido por: OZ Sites.